A Escola de Música "Vozes de Santa Maria" prima pela qualidade do seu Corpo Docente, tendo este qualificações e reconhecimento nas respectivas áreas.

Alexandra Lopes

Alexandra Lopes, nasceu no Porto e iniciou os seus estudos musicais desde muito nova. Começou por estudar piano e mais tarde violino. No secundário ingressou no Conservatório de Música do Porto onde estudou violino com Emilia Vanguelova e Canto Lírico com Emanuel Henriques e Cecília Fontes. Mais tarde ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa no curso de Canto Lírico na classe do professor Luís Madureira. Trabalhou com Sílvia Mateus, Armando Possante e Nuno Vieira de Almeida. Em 2018 foi admitida no Mestrado de Ensino de Educação Musical no Ensino Básico, na Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Socias e Humanas e atualmente aguarda a defesa do Relatório de Estágio.

Em 2017 lecionou a disciplina de Expressão Musical, no âmbito das atividades de enriquecimento curricular. Lecionou na Invento Musical berçário, creche e pré-escolar. Atualmente integra o projeto Oficina Coral da Escola de Música Nossa Senhora do Cabo, leciona na Escola de Música Bloom e na Escola de Música Vozes de Santa Maria. É membro no grupo Ensemble Maestoso. Participou em diversos masterclasses com os professores Francesco Pio Galasso, Saioa Hernández, Isabel Alcobia, Lieve Jansen e Gabriele Fontana e atualmente aperfeiçoa a sua técnica vocal com a professora Larissa Savchenko.

IMG_6262.JPG
Fábio Guerreiro

Fábio Filipe Silva Guerreiro nasceu em 1993 na cidade de Setúbal. Iniciou os seus estudos na Sociedade Filarmónica Perpetua Azeitonense em 2002 com o Professor Luís Vaz. 
Ingressou no Conservatório Regional de Setúbal em 2004 entrando assim para a classe de clarinete do Professor Fernando Pernas e mais tarde na classe de Sérgio Jerónimo. Na classe de Música de Câmara passou Professores Susana Valente e João Quítalo. Em 2012 foi admitido para a Licenciatura em Música no Instituto Piaget de Almada onde estudou Clarinete com os professores Filipe Dias e Etienne Lamaison, acabando assim em 2015.
Ao longo do tempo participou em Musicais, Marchas, estágios de orquestra de sopros e percussão com os maestros Pedro Rego, Luís Clemente, colaborou com a Sociedade Filarmónica Carregueira Vitória, Sociedade do Samouco, entre outras. Em 2014 integrou a Orquestra Nacional de Jovens da Figueira da Foz sobre a direcção de Cristiano J. Silva e Pedro Neves e ainda colaborou no evento do Vocalize como Clarinetista. 
Actualmente é membro do grupo de música de câmara Clarinetes de Santiago com Fernando Pernas e Inês Nunes. Lecciona Clarinete na Escola de Música "Vozes de Santa Maria" e colabora com a Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense e com a Sociedade Filarmónica Providência. 

Francisco Anjos

Francisco Anjos nasceu em Lisboa em 1982, e é licenciado em Educação Musical pela Escola Superior de Educação de Lisboa, e em Guitarra Clássica pela Escola Superior de Música de Lisboa. Actualmente frequenta o Mestrado em Ensino de Guitarra nesta mesma instituição.

Começou a aprender música aos 10 anos de idade na Academia de Música de Monte Abraão, onde estudou piano. Mais tarde, já no Conservatório Nacional, estudou canto com Larissa Savshenko e Ana Paula Russo, tendo também trabalhado técnica vocal com Sandra Medeiros e Armando Possante. Frequentou também masterclasses de Direcção Coral com os maestros Eugénio Amorim e Brett Scott

É, no entanto, à guitarra clássica que se dedica como seu instrumento de eleição. Ao longo do seu percurso trabalhou com professores como Nuno Vasconcelos, Valdemar Pereira, Dejan Ivanovic, João Pedro Duarte, Júlio Guerreiro e António Gonçalves, este último durante a licenciatura na ESML, e participou em Masterclasses de guitarra com Dejan Ivanovic, Carlos Bonell, Artur Caldeira, Pedro Rodrigues, Roland Dyens, Frank Bungarten, Jesus Pineda e Fábio Zanon.

Actualmente lecciona guitarra clássica, educação musical e classe de conjunto na Academia de Música de Monte Abraão, na Escola de Música Vozes de Santa Maria em Belas, na Academia de Música de Telheiras e no projecto Arca das Artes. Integrou, como cantor ou guitarrista, diversos projectos musicais nos mais variados géneros, nomeadamente, jazz, bossa nova, ópera, música medieval, teatro musical e música ligeira.

Miguel Pereira

Iniciou os seus estudos musicais aos 8 anos de idade no Conservatório Regional de Música da Covilhã. Em 1992 ingressou na recém criada Escola Profissional de Artes da Beira Interior (EPABI) na classe de violino da Professora Clara Dias, concluindo o Curso de Instrumento em 1999. No mesmo ano, iniciou o Curso Superior de Violino na também recém criada Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco (ESART), onde trabalhou com os professores Clara Dias, Augusto Trindade e António José Miranda. É Licenciado em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e Mestre em Ensino de Educação Musical no Ensino Básico pela mesma Faculdade.

Realizou Masterclass com o Professor Manuel Teixeira e Zahkar Bron, participando também na Semana Internacional de Música do Luxemburgo em 2008. Do seu percurso como músico de orquestra destaca-se a sua participação na Orquestra Sinfónica da Escola Profissional de Artes da Beira Interior, Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Artes Aplicadas, Orquestra de Cordas da Escola Superior de Artes Aplicadas, Orquestra Clássica da Beira Interior e Orquestra Philarmónica de Lisboa com quem efectuou concertos em Portugal, Espanha, França, Luxemburgo, Itália, Vaticano, Croácia, Israel, Palestina e Brasil.

 Em 2001 iniciou a sua carreira profissional como Professor de Educação Musical na já extinta Escola de Artes Tullio Vitorino, sendo professor de Educação Musical nos cinco anos seguintes em Escolas Básicas dos 2º e 3º ciclos. Entre 2007 e 2009, integrou o “Projecto Zéthoven” como professor de Educação Musical e Violino na Academia de Música de Pinhel e na Associação Cultural da Beira Interior, bem como professor das Actividades Extra-Curriculares (AEC) nas escolas do 1º ciclo dos Concelhos de Pinhel e Sertã. Em 2009 foi professor do Conservatório de Sintra no âmbito das AEC nas escolas do 1º ciclo do Concelho de Sintra e do Conservatório de Lisboa. Até 2013 continuou a leccionar a disciplina de Música nas escolas do 1º ciclo do Concelho de Sintra no âmbito das AEC e foi também professor de Violino no Núcleo de Arte na Damaia, na Orquestra Nova de Guitarras no Pinhal Novo e na Academia de Música da Liga dos Amigos de Queluz.

Actualmente, lecciona na Escola de Música “Vozes de Santa Maria”, na COOPESCOLA - Cooperativa de Ensino da Penha de França e na E.B. 2, 3 Padre José Rota.

Norberto Fernandes

Nasceu na Covilhã (Portugal) em 1980. Iniciou os seus estudos musicais na Escola Profissional de Artes da Beira Interior aos 12 anos, onde estou violino com os professores António Oliveira e Silva e André Fonseca.

Concluiu a licenciatura em violino na Escola Superior de Artes Aplicadas, onde recebeu orientação  dos professores  António Ramos e Daniel Rowland.

Realizou masterclasses de violino e música de  câmara com  os violinistas Daniel Rowland, Gerardo Ribeiro, Zacar Brown, Augustin Dumay, Ariene Granjon, Angel Sampedro, Marcelino Rodrigues, entre outros.

Com grupos de música de câmara e orquestra actuou em Portugal, Espanha, França, Luxemburgo, Itália, Israel e Palestina.

Foi membro da orquestra barroca "Ars Antiqua" desde a sua fundação, onde teve oportunidade de trabalhar com os violinistas António Ramos e Angel Sampedro e o oboísta Alfredo Bernardini.

Colaborou com agrupamentos tais como: Músicos do Tejo, Companhia de Ópera do Castelo, Quarteto Arabesco, Flores de Música, Orquestra do Algarve, Orquestra Clássica do Centro, Lisbon Film Orchestra, Esart Ensemble, Orquestra Adart, Orquestra Aeminium, Orquestra Clássica da Beira Interior, entre outros.

Entre  2012 e 2014 estudou violino  barroco , com o violinista madrileno Ángel Sanpedro,.

Actualmente  lecciona  violino e viola d`arco no Conservatório de Música D. Dinis (Odivelas) e  violino, naipe e orquestra, no Agrupamento de Escolas de Vialonga. (Ensino Integrado/Orquestra Geração).

Iniciou, em  setembro de 2015, o Mestrado em ensino da  música, na Escola Superior de Artes Aplicadas.

Paula Santos

Natural de Belas, Maria Paula Pires dos Santos começou a estudar piano aos quatro anos de idade orientada pela Professora Maria Helena Freitas Branco com a qual trabalhou durante seis anos. Continuou os seus estudos de piano por mais oito anos com o Professor Campos Coelho do Conservatório Nacional de Lisboa.

Iniciou os seus estudos de órgão aos dezoito anos com a Professora Visitação Onofre. Mais recentemente desenvolveu a sua competência nesta área sob a orientação do Professor Sérgio Silva (2008-2010).

Frequentou o Curso Livre de Música Sacra promovido pelo Coro de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos), na variante de Canto Litúrgico sob a orientação do Prof. Doutor Paulo Antunes da Universidade Católica Portuguesa (2003-2004) e na variante de instrumento (órgão) sob a orientação do Prof. Doutor António Esteireiro do Instituto Gregoriano de Lisboa (2004-2005). Completou igualmente o Curso de Música Sacra da Escola Diocesana de Música Sacra do Patriarcado de Lisboa sob a Direcção do Rev. Pe. Teodoro de Sousa, constando o plano curricular das disciplinas de Liturgia, Formação Musical, Técnica Vocal, Canto Gregoriano, Harmonia e Coro (2005-2010). Integrados nas actividades extra-curriculares desta escola, frequentou o seminário de Direcção Coral orientado pelo Maestro Jorge Matta da Fundação Calouste Gulbenkian (2006) e “masterclass” de órgão orientado pelo Prof. Doutor António Esteireiro (2009).

Frequenta o Mestrado em Ciências Musicais na área de especialização em Musicologia Histórica pela Universidade Nova de Lisboa (FCSH), tendo obtido aprovação nas disciplinas de Metodologia das Ciências Musicais, Música e Pensamento, Música e Literatura e História da Música Ocidental.

É organista da Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Misericórdia de Belas, participando igualmente da animação de casamentos e baptizados noutras paróquias.

É membro efectivo do “Coro da Catedral” (Sé de Lisboa).

Actualmente lecciona a disciplina de piano na Escola de Música “Vozes de Santa Maria”.

Outros Graus Académicos: Tradutora Especializada do ISLA (Instituto Superior de Línguas e Administração); Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela FLUL (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa); Mestre em Literatura Francesa pela mesma Faculdade.

Rita Rodrigues

Rita Mendes Rodrigues, nasceu em Minde em 1987. Iniciou os seus estudos musicais os 7 anos no Conservatório de Música Jaime Chavinha - Minde.No mesmo Conservatório, estudou Flauta Transversal com os professores Lídia Cerejo (1º grau) e Nuno Inácio (restantes) e Música de Câmara com os Professores Dejan Ivanovic e Hélder Gonçalves. Prosseguiu os seus estudos na Escola Superior de Educação de Coimbra no curso de Professores de Educação Musical do Ensino Básico. Em 2010 frequentou o Mestrado de Ensino da Educação Musical estando a concluir a tese final.Em 2010 Prossegue o estudo da Flauta com a Professora Ana Carina Sousa e em 2012 com o Professor Ricardo Alves. Em 2013 é admitida ao curso de Performance em Flauta Transversal na Escola Superior de Música de Lisboa onde se encontra a terminar a licenciatura.Ao longo do seu percurso musical efectuou vários masterclasses  e cursos com os Flautistas Nuno Inácio, Ricardo Alves, Nuno Ivo Cruz, Félix Rengli, Emanuel Pahud, William Benet e Elena Cecconi.Trabalhou com vários maestros nomeadamente Alberto Roque, Ferreira Brito, João Afonso Cerqueira, Hélder Gonçalves, Fernando Marinho, José Miguel Rodrigues.Actualmente encontra-se a terminar a Licenciatura em Performance de Flauta Transversal Escola Superior de Música de Lisboa com o Professor Antony Pringsheim. 

Valter Marrafa

Valter Alexandre Pateiro Marrafa nasceu a 9 de Agosto de 1979. Iniciou os seus estudos de violoncelo na Escola profissional de musica de Évora na classe da Prof.Marília Peixoto Sêrro.Integrou por três anos consecutivos a orquestra APROARTE sob a direcção dos maestros Ernest Schell e Dominique Sourise, realizando no último ano uma apresentação no festival internacional parar orquestra de jovens que teve lugar no auditório da Filarmónica de Berlim. Em 2001 integrou a classe de violoncelo dos professores Miguel Rocha e Catherine Strynckx na escola superior de artes aplicadas de Castelo Branco. Nesta instituição teve também oportunidade de integrar vários grupos de câmara sob orientação dos professores Paulo alvares, Caio Pagano e Catherine Strynckx. Participou em 2002 na oficina de musica de Curitiba Em 2003 formou um trio com o violinista João Mendes e o pianista Dário cunha com o qual realizou concertos em Portugal e Alemanha. Frequentou master classes com António Meneses, Levon Mouradian, Paul Banda, Xavier Gagnepain, Emil Rovner, Dimitri Fetchman, Floris Mijnders e Ivan Monighetti. Foi 2º violoncelo na orquestra do Algarve na temporada 2006/2007 Foi músico associado da Orquestra de câmara de cascais e Oeiras. Realiza frequentemente concertos a solo com orquestra e recitais com piano. Desempenha funções de professor de violoncelo no Instituto De Musica Vitorino Matono e na Escola de Música "Vozes de Santa Maria".